O que visitar na cidade croata de Rovinj e na região da Ístria

    A região da Ístria é uma pequena península que se encontra maioritariamente no noroeste da Croácia embora uma pequena parte do seu território se encontre nos países vizinhos da Eslovénia e Itália. Neste post vamos focar nos atrativos da Ístria croata (com a cidade de Rovinj à cabeça), mas no final damos uma indicação rápida sobre os pontos de interesse nos outros países!

Prédio antigo em Vizinada, Ístria, Croácia

Quando chegamos a esta região a influência italiana é facilmente sentida. A língua italiana é co-oficial com o croata em quase toda a região e até aos dias de hoje é possível ouvir pessoas locais comunicarem nessa língua. Na arquitetura essa influência também é facilmente notada, sobretudo para quem já visitou Veneza as parecenças são fáceis de identificar, sobretudo em Rovinj através das fachadas, cores e janelas dos prédios comuns e da torre sineira da Igreja de Santa Eufémia, que mais parece uma cópia em tamanho reduzido da torre da Basílica de São Marcos!

Um pouco de História ajuda-nos a perceber o porquê: toda a região da Ístria pertenceu, durante séculos à República de Veneza. Posteriormente pertenceu ao Império Austríaco na maior parte do século XIX e até 1918. Entre as 2 guerras mundiais (1918 – 1945) passou para controle italiano e entre 1947 e 1991 pertenceu à Croácia que por sua vez era um estado federado da Jugoslávia. Só a partir de 1991 a Croácia se tornou um país independente!

 

 

Rovinj

Rovinj é um regalo para os olhos e para a alma! Esta cidadezinha construída numa pequeníssima península rochosa que já foi ilha (até 1763) é, certamente, uma das imagens mais românticas que verá na Croácia. E não é fácil estar nesse grupo selecto pois a concorrência é grande!

A magnífica Rovinj, Ístria, Croácia

Visto de fora o centro histórico é uma combinação deliciosa de mar, edifícios antigos construídos no limite onde a rocha acaba e o mar começa, e uma colina bem no meio de todo o cenário onde se destaca o alto campanário de uma igreja!

Por dentro o centro histórico é uma miríade de ruas estreitas e prédios medievais altos onde é delicioso caminhar sem rumo apenas descobrindo os detalhes de tais ruas e construções. O ponto alto é, literalmente, a Igreja de Santa Eufémia. A subida ao alto do campanário é obrigatória pois a vista é incrível!

Prédio no centro histórico de Rovinj

Novamente cá em baixo percorra o agradável passeio à beira mar onde vai passar pelo porto e mais adiante pela nova marina onde estacionam luxuosos iates. Se continuar a caminhar chegará ao fenomenal Parque Florestal Zlatni Rt, também chamado de Punta Corrente. Do centro histórico até aqui são cerca de 2 km que facilmente se fazem a pé ou de bicicleta e o passeio é extremamente agradável! Dentro do parque tem longos trilhos para continuar o passeio de uma forma muito agradável e o melhor de tudo é a combinação de floresta e praia num só espaço. Aproveite a sombra de um pinheiro, oliveira ou cipreste enquanto se prepara para o próximo mergulho nas fantásticas águas do Adriático!!

O magnífico Parque Floresta e praia de Zlatni Rt (Punta Corrente em italiano) fica muito perto de Rovinj, na Croácia

 

Pula

A cidade de Pula fica no extremo sul da Península da Ístria e é a maior cidade da região. Essa importância vem pelo menos desde o Império Romano. E estando na cidade é impossível não falar desse povo. Um simples passeio pelo centro histórico da cidade e saltam à vista diversos vestígios romanos e em excelente estado de conservação: o Arco Triunfal e um templo dedicado a Augusto, na praça principal da cidade, o Fórum. No topo da colina central da cidade há uma fortaleza veneziana (do séc. XVII) e ainda um teatro romano. A fortaleza tem o nome de Kastel e foi construída em estrela, segundo a arquitetura militar mais moderna da época. No seu interior encontra-se o Museu de História e o Museu Marítimo da Ístria.

O fenomenal Coliseu Romano de Pula, na Croácia

Mas o ex-libris da cidade é o Coliseu Romano ou Arena. O imponente recinto é dos melhores conservados de todos os coliseus romanos que sobreviveram até aos nossos dias. Vale a pena a visita, durante a qual se podem visitar também as fundações e ver algumas exposições museológicas. O Coliseu ainda é usado nos dias de hoje, albergando diversos espetáculos como teatro, concertos e até partidas de hóquei no gelo!! A sua localização, junto ao mar, torna todo o entorno ainda mais interessante!

Tal como em Rovinj nas imediações da cidade há bastantes praias, florestas e agradáveis zonas de lazer onde dar um passeio.

Arco Triunfal romano em Pula, na Croácia

Porec

O grande atrativo de Porec é a Basílica Eufrasiana que tem um valor excepcional por ser em estilo bizantino e por ser a terceira igreja construída no mesmo local, mantendo ainda edificações das épocas anteriores. Por essa razão está inscrita na lista de Património Mundial da Unesco.

Interior da Basílica Eufrasiana de Porec, na Croácia

Para além da Basílica o centro histórico é semelhante ao de outras cidades costeiras na Ístria, mas perdendo em charme para a vizinha Rovinj. Ainda assim vale a pena apreciar os exemplos de arquitetura gótica aqui presentes e dar um passeio pela agradável beira-mar!

Floresta e mar, uma combinação perfeita um pouco por toda a costa croata

Motovun

 

Ver esta publicação no Instagram

 

A vila de Motovun deve muito da sua atual fama ao fenómeno do Instagram! Nessa rede social costumam ser partilhadas fotografias desse lugar, dando-o a conhecer ao mundo. E não é difícil conseguir uma boa “chapa”!

Visitando Motovun percebe-se bem o porquê de a região da Ístria ser, por vezes, descrita como a Toscânia da Croácia. Lindíssimas povoações construídas em pedra no topo de colinas onde despontam as torres das igrejas e as muralhas a envolver e a proteger todo este conjunto histórico. E não menos importante: rodeadas de extensas áreas verdes, quilómetros e quilómetros de lindíssimos campos e vinhedos! Os vinhos desta região são conhecidos e reconhecidos, não deixe de provar! Motovun é provavelmente o mais conhecido desses vilarejos.

Depois de passar o pórtico da cidade terá logo acesso às tais vistas sobre os campos verdes. E após passar novo pórtico (uma espécie de túnel por baixo de um prédio) entrará na cidade propriamente dita e logo pela praça principal onde se destaca a Igreja de Santo Estêvão do séc. XVII. No interior a cidade é relativamente pequena e até menos interessante que Groznjan mas vale a pena percorrer a muralha ao seu redor.

 

Grožnjan

A pequena vila de Grožnjan leva o nosso prémio de “A grande surpresa da Ístria”! Menos conhecida que a vizinha Motovun é também uma povoação construída no topo de uma colina alta. Todo o lugar é construído em pedra castanha, desde as casas ao pavimento das ruas e é totalmente interdita a automóveis! A vista para toda a área verde em redor do povoado é deslumbrante.

Rua e prédio típico de Groznjan, na Ístria, Croácia

O ideal é deambular pelas pequenas e apertadas ruas e visitar as inúmeras lojas, artesanatos e oficinas. Groznjan tem a sorte de ter sido “descoberta” por vários artistas que fizeram desta povoação a sua casa e que assim lhe dão cor e vida.

Završje ou Piemonte d’Istria, em italiano, é uma vila típica da região da Ístria, na Croácia

A mesma sorte não teve a vizinha vila de Završje ou Piemonte d’Istria, em italiano, onde é óbvio que apenas um punhado de casas são habitadas e com muitas já em avançado estado de abandono. Ainda assim é um lugar aprazível, sobretudo para quem se desloca entre Groznjan e Motovun (embora não seja na estrada principal).

 

Parque Nacional Brijuni

O Parque Nacional Brijuni / Brioni é composto por 2 ilhas mais um conjunto de ilhotas ao seu redor e é acessível apenas de barco a partir da localidade de Fazana, perto de Pula. O trajeto de barco demora 20 minutos.

Para além da natureza e extensas áreas arborizadas poderá ver os restos de uma vila romana e de uma igreja da antiga ordem dos Templários. Outro ponto de interesse são as 200 pegadas de dinossauro que subsistiram até aos nossos dias! Consulte o site do Parque Nacional para mais informações.

 

Outros locais a visitar na Ístria

A cidade de Opatija, embora geograficamente ainda dentro dos limites da Ístria, costuma ser incluída, a nível turístico, na região de Kvarner, junto com a vizinha Rijeka, entre outros locais. Por essa razão não vamos desenvolver neste post o que visitar nessa cidade. Mas podemos confirmar que é um ponto de interesse, ou não tivesse sido o local de veraneio oficial da família real austríaca e restante elite entre finais do séc. XIX e inícios do séc. XX e primeira localidade a obter o estatuto de zona balnear no Mar Adriático.

As localidades vizinhas de Koper e Piran na Eslovénia e Trieste na Itália são os demais atrativos que completam a Península da Ístria. A cidade de Trieste é um marco pelas suas imponentes praças e edifícios e poderíamos até dizer que marca também o limite natural da Península dos Balcãs de um ponto de vista geográfico. Também aqui a fusão de 3 mundos é perfeitamente visível: latino, germânico e eslavo.

Neste artigo pode encontrar descrições de Trieste, Piran e de outras cidades na costa do Mar Adriático.

 

Informações práticas

 

Como chegar

Avião

Há um aeroporto internacional em Pula, embora não tenha muitos vôos.

Outros aeroportos que podem servir esta região são Zagreb (Croácia), Veneza – Marcolopolo e Veneza Treviso (Itália) e Ljubljana (Eslovénia). Há vôos diretos de Portugal para Zagreb e para os aeroportos de Veneza.

 

Carro

A região está bem servida de estradas e auto-estradas, sendo fácil chegar de qualquer ponto da Eslovénia, norte de Itália eclaro, do resto da Croácia.

 

Ônibus/Autocarro

Há ligações com as principais cidades da Croácia e também com Ljubljana e Veneza.

Moeda

A Croácia usa a Kuna como moeda oficial. 1€ equivale aproximdadmente a 7,5 kunas. Poderá trazer euros e trocá-los facilmente nas inúmeras casas de câmbio. Atenção: é proibido efetuar pagamentos em qualquer outra moeda que não seja a kuna.

Quando ir

Março a Novembro!

A Ístria é uma região cara?

Na época alta a região tem uma procura muito forte, o que faz os preços subirem a valores elevados. Fora do verão os preços podem baixar um pouco mas nunca é um destino considerado barato.

Qual a língua na Ístria?

A língua oficial é o croata mas o italiano tem estatuto de cooficial em quase toda a Ístria. Entre em contato para lhe arranjarmos guias em português!

 

Quer visitar a Ístria? Surprender a sua cara metade com uma visita à romântica e charmosa Rovinj? Quer ter guias privados em português? Entre em contato! 😊

Pôr do sol em Rovinj, na Croácia

Outras leituras de interesse:

 

Texto: Into the Balkans

Este sitio es propiedad de la empresa Bússola Flexível Unipessoal Lda, registrada en Turismo de Portugal com el número RNAVT 8882.

Diseño: Joana Figueiredo | Desarrollado por: Sites Sem Espinhas | Copyright: Into The Balkans

Suscríbete a nuestro boletín de noticias y gana 50 € de descuento en el siguiente viaje

Gracias por su inscripción.

Pin It on Pinterest

Share This