Dérbi Eterno entre Estrela Vermelha e Partizan de Belgrado, uma das rivalidades mais ferozes da Europa

29/03/2020 | Belgrado, Desporto, Sérvia

Costuma-se dizer que o futebol é mais importante que a vida e a morte. A ideia um pouco hiperbólica está em todo o mundo, mas assume um significado literal em Belgrado. Na capital sérvia, cada um é vermelho e branco ou preto e branco. Esta é a história do Dérbi Eterno, talvez a maior rivalidade do futebol na Europa.

 

No começo

A rivalidade entre Partizan e Estrela Vermelha de Belgrado é muito mais do que apenas um jogo de futebol. Ambas as organizações praticam muitos desportos, mas aqui há tanta guerra ideológica como desporto. Pode notar-se a importância de um assunto para as pessoas comuns pela quantidade de grafitis em toda a cidade, e aqui as proclamações de lealdade ao Estrela Vermelha ou Partizan ficam atrás apenas das demonstradas pelo Kosovo.

A briga entre Estrela Vermelha e Partizan é travada há mais de 70 anos. A rivalidade é palpável, mas nenhum dos lados provavelmente admitirá o quão semelhantes os dois clubes são. O Estrela Vermelha (Crvena Zvezda, em sérvio) surgiu primeiro, quatro meses antes da formação do Partizan. Ambos os clubes foram formados por instituições políticas, sendo o Estrela Vermelha a equipa do Ministério do Interior, enquanto o Partizan era o lado oficial do Exército Jugoslavo, e os seus estádios estão a menos de um quilómetro de distância. A primeira partida entre os dois aconteceu em Janeiro de 1947 e terminou com uma vitória por 4-3 para os vermelhos.

FK Partizan em 1966 © Ron Kroon, Anefo / WikiMedia Commons

 

Domínio

Dizer que as duas equipas dominaram o futebol sérvio seria um grande eufemismo. Desde o colpaso da Jugoslávia no início dos anos 90, jogaram-se 27 temporadas na liga de futebol sérvio. Partizan e Estrela Vermelha (ou Red Star como também é conhecido internacionalmente) dividem 26 títulos entre eles, com o FK Obilić sendo a única equipa a romper esse domínio em circunstâncias controversas em 1998. As equipas de Belgrado ficaram quase sempre colocadas em primeiro e a segundo lugar na liga.

A Primeira Liga Jugoslava era um campeonato muito mais competitivo, mas as equipas de Belgrado ainda estavam bem posicionadas no topo do quadro de honra. O Partizan conquistou 11 títulos, apenas superado pelos rivais, com 19. Outros clubes importantes na altura eram sobretudo o Dinamo de Zagreb e o Hajduk Split (ambos da Croácia).

Estrela Vermelha Campeão Europeu em 1991 © vedi sotto / WikiMedia Commons

 

Os fãs

No século XXI, os acontecimentos no campo tornaram-se secundárias em relação à batalha entre os dois grupos de adeptos hardcore. No topo norte sentam-se (ou melhor, levantam-se), os ultras do Estrela Vermelha, conhecidos como Delje (Heróis). O nome entrou em uso popular na década de 1980, e foi definitivamente usado em 1989. Os Delje são compostos por quatro grandes subgrupos, e as diferenças internas são comuns.

Enquanto que o Estrela Vermelha tem os seus Heróis, o Partizan tem os seus Coveiros. Os torcedores hardcore do Partizan são conhecidos como Grobari (Coveiros), obviamente. O nome foi dado pelos fãs do Estrela Vermelha, provavelmente devido às cores preto e branco do Partizan. Os fãs do Partizan assumiram isso por conta própria e esse é a alcunha oficial deles desde a década de 1970.

O futebol é secundário para estas legiões de seguidores. Os do Estrela Vermelha, em particular, estiveram envolvidos em muitos eventos políticos importantes nos últimos 30 anos. Um tumulto iniciado pelos Delje numa partida contra o Dínamo de Zagreb é considerado por alguns o verdadeiro ponto de partida da Guerra da Independência da Croácia, e os elementos mais “venenosos” da base de fãs do clube participaram nas guerras como membros de várias milícias.

O futebol sérvio tornou-se conhecido pelos problemas causados pelos adeptos © Fotosr52 / Shutterstock

 

O Dérbi Eterno

Conhecido como o ‘Dérbi Eterno’, os jogos entre as duas equipes são uma atração diferente para muitos jovens que visitam Belgrado. Os jogos no Estádio Rajko Mitic (conhecido informalmente como Maracanã) e no Estádio Partizan são lotados, e tochas, foguetes, e cantos de ambos os conjuntos de ultras fazem um espetáculo fascinante.

Há adrenalina e emoção, mas acaba quase sempre por haver alguns focos de tensão apesar da forte presença policial. A qualidade do futebol é baixa, mas ninguém parece se importar.

Até esta data já se jogaram 161 Dérbis Eternos, tendo o Estrela Vermelha 64 vitórias contra 47 do Partizan mas a partidas são sempre renhidas. Nenhum jogo no futebol europeu carrega um ambiente como a do Estrela Vermelha vs. Partizan!

O que acontece no campo é quase secundário © Nebojsa Markovic / Shutterstock

 

Curiosidade: o brasileiro Cléo, que também jogou nas ligas inferiores em Portugal, é um dos 17 jogadores que jogaram o Dérbi pelos 2 clubes, sendo um dos únicos 2 jogadores estrangeiros que efectuaram essa proeza!

 

Outras leituras de interesse:

 

In: The Culture Trip
Tradução e adaptação: Into the Balkans
Foto de capa: Escudos do Partizan de Belgrado e Estrela Vermelha

Este sitio es propiedad de la empresa Bússola Flexível Unipessoal Lda, registrada en Turismo de Portugal com el número RNAVT 8882.

Diseño: Joana Figueiredo | Desarrollado por: Sites Sem Espinhas | Copyright: Into The Balkans

Suscríbete a nuestro boletín de noticias y gana 50 € de descuento en el siguiente viaje

Gracias por su inscripción.

Pin It on Pinterest

Share This