Guia completo da Eslovénia – o que visitar

A Eslovénia foi o primeiro país europeu a declarar o final da pandemia de Corona vírus, no passado dia 15 de Maio! Veja aqui a notícia com todos os detalhes. Este é um destino de alta qualidade para onde pode voar com facilidade. A TAP e a Ryanair tem vôos diretos de Portugal para Veneza que pode aproveitar pois do aeroporto até à fronteira entre a Itália e a Eslovênia é apenas cerca de uma hora de caminho. Para a capital, Ljubljana, são cerca de 2 horas! Do Brasil veja as opções no final do texto.

Vamos visitar?!

 

Ljubljana, a capital

Na Eslovénia o ponto central é mesmo a pequena capital, Ljubljana (lê-se Liubliana). Com cerca de 300.000 habitantes é das mais pequenas capitais europeias, mas ganha em charme e beleza a muitas delas.

A pequena cidade parece saída de um conto de fadas, com o seu centro histórico inteiramente em estilo Art Nouveau, é por vezes apelidada de “pequena Viena”. O centro é recortado pelo rio Ljubljanica de onde vem a verdadeira magia da cidade. As árvores frondosas nas suas margens dão um aspeto acolhedor à cidade e as inúmeras cafetarias e restaurantes convidam a sentar-se à sombra dessas mesmas árvores e simplesmente conviver e deixar o tempo fluir enquanto se observa o palpitar do ritmo próprio da cidade!… Praticamente todo o centro da cidade está interdito a automóveis, o que é extremamente agradável para quem gosta de andar a pé e todo o centro histórico pode ser percorrido sem apanhar transportes públicos! É uma cidade essencialmente romântica!

As agradáveis margens do rio Ljubljanica e o castelo de Ljubljana, na Eslovénia

Bem no meio do centro histórico fica o coração da cidade: a Praça Presernov. Aqui é o ponto de encontro preferido dos locais devido à sua centralidade. Há edifícios de grande beleza e pintados com cores diversas, mas é a grande igreja cor de rosa que lhe dá o seu toque único. A estátua que aí se ergue é de France Preseren, maior poeta esloveno e que dá nome à praça. Para atravessar o rio passamos por uma das Três Pontes, Tramostovje em esloveno, um dos inúmeros projetos na cidade assinados pelo Mestre Joze Plecnik. Do outro lado encontra-se a Praça da Câmara Municipal (Mestni Trg). O ideal é mesmo perder-se por todas as ruas, ruelas e pontes da cidade. A cada rua que passa o cenário é mais lindo que na anterior!

Cabe ainda destacar o Castelo de Ljubljana onde pode ver as exposições permanentes, ter a melhor vista da cidade (que vai até aos Alpes Julianos em dias limpos) ou simplesmente tomar um café numa agradável esplanada! Uma das formas de chegar aqui é no ascensor panorâmico que sai da Praça Krekov, a praça do mercado a céu aberto, também ele um dos atrativos da cidade!

Ponte tripla, estátua de Preseren e Igreja da Anunciação na Praça Presernov Trg em Ljubljana, Eslovénia

Não se esqueça de visitar o agradável Parque Tivoli e ainda o bairro de Metelkova, um dos locais noturnos da cidade, erguido em antigas instalações militares do exército da Jugoslávia que foram abandonadas em 1991, quando a Eslovénia se tornou independente!

Lago Bled

Lago e Castelo de Bled, Eslovénia

A cerca de uma hora de carro de Ljubljana fica o famosíssimo Lago Bled. No sopé dos Alpes Julianos (a porção dos Alpes que se encontra em território esloveno), este lago é por muitos considerado o mais romântico da Europa. O cenário é maravilhoso, roçando a perfeição!

Aqui pode tomar banho no verão e por vezes patinar no inverno, quando a água congela! Durante todo o ano há uns barquinhos típicos, feitos de madeira para quem quer simplesmente dar um passeio pelo lago ou visitar a Ilha de Bled.

A elegante Ilha de Bled destaca-se no centro do lago, ajudando a compor a paisagem idílica. Aí foi construída uma igreja à qual se chega através de uma escadaria construída a partir da água. Reza a lenda que nos casais recém-casados que visitam a ilha o noivo deve levar a noiva em braços pela escadaria acima… são apenas 99 degraus! Uma vez na igreja toque o sino e peça um desejo… mais uma tradição 😊

Vista do Lago Bled no Outono

Num dos lados do lago ergue-se uma ravina encabeçada por um castelo, o Castelo de Bled. Uma verdadeira obra de engenharia militar medieval e o local que oferece as melhores vistas para todo o cenário: vila de Bled, lago, ilha, as montanhas verdes em redor e ligeiramente mais atrás os Alpes. Imperdível!

Termine a visita procurando um dos vários pontos altos nas montanhas em redor, como o da foto anterior, que oferecem diferentes vistas. Procure pelas indicações «Mala Osojnica» no extremo ocidental do Lago, perto do Camping Bled e antes de ir embora não se esqueça de provar o típico bolo de Bled em qualquer pastelaria ou restaurante: a Kremsnita!

Kremsnita de Bled. Foto: Cafe Belvedere no Taste Atlas

Para mais informações sobre o Lago Bled leia este post!

Desfiladeiro/Cânion de Vintgar

O Lago Bled traz um extra! A uns 4 km de distância encontra-se o Desfiladeiro de Vintgar (ou Vintgar Gorge como por vezes aparece escrito em inglês), um fenomenal percurso de cerca de 1,5km feito maioritariamente de passarelas/passadiços construídos em madeira, na margem ou diretamente sobre o rio Radovna.

Passeio pelo canhão de Vintgar

As vistas são fantásticas, caminhando literalmente dentro do canhão de Vintgar com o rio correndo rapidamente debaixo dos nossos pés, no seu percurso cheio de curvas, quedas de água e remoinhos! As cores da água variam consoante a profundidade, a época do ano, etc mas oscilam sempre entre um verde e azul estonteante! Veja aqui todos os detalhes desta visita!

Parque Nacional de Triglav, Lago Bohinj e Kranjska Gora

Triglav (que significa Três Cabeças) é o único Parque Nacional do país e uma verdadeira inspiração para todos os eslovenos. De tal forma que a montanha de Triglav até está representada na bandeira nacional! Dizem que para ser um autêntico esloveno tem que se subir ao topo da montanha pelo menos uma vez na vida.

Lago Bohinj, na Eslovénia

Se é fã das paisagens alpinas, alpinismo e passeios de montanha é por aqui que tem que ir! Mas há outras opções se o que prefere é simplesmente disfrutar das paisagens, do ar puro da montanha, das florestas e dos lagos que esta região oferece. Um dos locais mais subvalorizados da Eslovénia é o idílico Lago de Bohinj que fica dentro da área do Parque de Triglav. Talvez porque fica relativamente perto do Lago de Bled e este concentra todas as atenções. Mas isso significa que Bohinj tem menos gente, é menos comercial e mantém quase integralmente a simplicidade e a beleza de algo intocado! Se decidiu dar uma oportunidade ao Lago Bohinj aproveite para dar um passeio de barco, stand-up paddle ou de bicicleta! E no final tirar uma foto junto à igreja que aparece em todos os postais 😉

Outra opção para passeios pela natureza rodeado de verde e montanha é a vila de Kranjska Gora, bem no noroeste do país, encravada entre a Itália e a Áustria. A simpática vila oferece diversas opções de acomodação para quem pretende passar uns dias longe da agitação da cidade ou das multidões na costa. A partir daqui visite o Lago Jasna, a Capela Russa em madeira ou as diversas cascatas/cachoeiras nas imediações. Se vai no inverno aproveite as condições para os deportos de inverno!

Capela russa feita em madeira. Kranjska gora – Eslovénia

 

A costa – Piran e Koper

Se as atividades de montanha não são a “sua praia” não desespere! A Eslovénia reúne todos os cenários num território pequeno. A menos de 2 horas de Kranjska Gora temos a costa eslovena. Do extremo norte ao extremo sul, dos Alpes ao Mar Adriático em 2 horas de carro, que privilégio! São apenas cerca de 40 km de costa mas com vários pontos de interesse.

Para fazer praia Portoroz é uma possibilidade. Para visitar, a cidade de Koper e sobretudo de Piran são os pontos altos. Piran é uma pequena cidade construída numa língua de terra onde se destaca a fabulosa Praça Tartini, e onde a aquitetura e a torre sineira da igreja nos fazem lembrar de Veneza, ou não tivesse sido esta parte do território da República de Veneza durante séculos. De tal forma é visível a influência italiana que o italiano é língua oficial nesta região. Na verdade, toda a zona ocidental do território atual da Eslovénia pertenceu à Itália entre as 2 guerras mundiais.

A cidade de Piran, na Eslovénia

Não se esqueça de subir à Torre Sineira onde as vistas são maravilhosas e de dar um passeio pelas muralhas. Talvez até um mergulho nas águas do Adriático se o calor apertar!

 

Grutas de Postojna e Castelo de Predjama

O Castelo de Predjama é um dos segredos mais famosos da Eslovénia! É uma atração turística que devia estar em todos os roteiros turísticos do país mas que muitas vezes não está.

O magnífico Castelo de Predjama na Eslovénia

Predjama é uma obra prima da engenharia militar renascentista, construído numa ravina rochosa, encaixado na rocha sem sustento ou fundações aparentes, dá ideia de simplesmente levitar no ar! E o interior não é menos impressionante. O castelo tem inúmeras salas e quartos onde cada centímetro foi aproveitado, quer para a defesa da propriedade, quer para facilitar a vida dos seus habitantes, tendo em conta o espaço exíguo em que foi construído. Mas o encanto desta construção única no mundo tem outros atrativos. O interior do castelo foi feito de forma a aproveitar as reentrâncias naturais da rocha, sendo estas aproveitadas como paredes sempre que possível. Há ainda passagens secretas, grutas e cavernas dentro da rocha que permitiam aos habitantes do castelo saírem sem serem vistos em caso de cerco. E a cereja no topo de bolo é que cada visitante recebe um pequeno rádio com explicações completas em várias línguas, incluindo português!

O comboio/trem que passa pelas grutas de Postojna!

A apenas 9 km de distância encontram-se as Grutas ou Cavernas de Postojna. É o segundo maior sistema de cavernas do mundo e um dos grandes atrativos é que parte do percurso é feito num pequeno comboio/trem! Tem ainda uma espécie animal única, um anfíbio apelidado de “peixe humano” que apenas pode ser visto aqui. A lenda diz que são filhotes de dragão!

Se quiser visitar as Grutas e o Castelo deve comprar um bilhete conjunto que sai um pouco mais barato. Informações de preços aqui.

 

Maribor, a segunda cidade do país

No nordeste da Eslovénia fica a cidade de Maribor, já bastante próximo da fronteira austríaca mas ainda assim a apenas uma hora e meia de Ljubljana! A cidade é pequena mas bastante acolhedora, como todas as localidades eslovenas. Dá sempre a sensação que os seus habitantes tentaram construir cidades e vilas com gosto, com empenho ao invés de simplesmente construírem as suas casas de forma aleatória.

Praça Principal de Maribor, na Eslovénia com a Câmara Municipal e a Coluna da Peste .Foto: inyourpocket.com

A cidade é recortada pelo rio Drava e tem agradáveis praças e ruelas no centro histórico, todo ele pedestre/pedonal. Uma das imagens de marca da cidade é a Stara Trta ou em português a “Videira Velha”. Esta é a mais antiga videira do mundo com cerca de 440 anos! A Glvani Trg é, como o próprio nome indica, a Praça Principal da cidade e aqui se encontram a Câmara Municipal e a Coluna da Peste, em memória da peste que assolou a cidade em 1680 e dizimou um terço da população. A cidade conta ainda com uma antiga Sinagoga do século XIV. É um pequeno edifício mas de grande valor histórico por ser das mais antigas da Europa e uma das 2 em todo o país.

Stara Trta, a Parreira Velha de Maribor. Foto: Lubomír Fajth @ wikipedia

Saiba ainda que a região é famosa pelos seus vinhos e que se vier no inverno tem a estação de ski Maribor Pohorje nas imediações. É a maior estância de ski da Eslovénia!

 

Outros pontos de interesse

As Grutas de Skocjan são outro ponto popular na Eslovénia e integram a lista de locais Património Natural da Humanidade da UNESCO. Têm um dos maiores desfiladeiros/cânion em cavernas de que há conhecimento a nível global onde pode ser observado um rio interior.

As Grutas de Skocjan, na Eslovénia. Foto: harley-routes.si

Os eslovenos são grandes fãs de desportos outdoor e radicais e a verdade é que têm excelentes condições naturais para a prática dessas modalidades. Para além dos locais já mencionados a vila de Bovec, no Parque Nacional de Triglav e o rio Soca são os pontos de partida, nomeadamente para desportos aquáticos. Consulte o site oficial do Vale do Rio Soca para se informar de todas as possibilidades.

O Rio Soca na Eslovénia é o destino ideal para desportos/esportes radicais como kayak. Foto: Leonardo Olmi in soca-valley.com

Outro “desporto” nacional são os spas e termas. Estão espalhados por todo o país e a qualidade das infra-estruturas é muito boa! Lasko é uma dessas vilas mágicas com águas termais, áreas de lazer, desportos ao ar livre e um castelo no topo de uma colina! Mas para alguns dos turistas o melhor vem agora 😊 Lasko é uma das marcas de cerveja mais famosas do país e até de toda a região dos Balcãs! Pode fazer um tour para conhecer as instalações da cervejaria mais antiga do país, que remonta a 1825.

A vila eslovena de Lsko é famosa não só pela cerveja como também pela qualidade das suas termas e spas. Foto: europeanbestdestinations.com

Vale a pena também mencionar a vila de Skofja Loka (foto abaixo),a apenas meia hora de carro, sendo apenas necessário um pequeno desvio para quem vai em direção ao Lago Bled. Aprecie a beleza desta vila de traça medieval rodeada da beleza típica do campo esloveno. Perceberá porque lhe chamam o país mais verde da Europa!

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Patricija | Travel ✈︎ (@iwanderlista) a

 

Informações práticas

 

Como chegar

Avião

A Eslovénia tem um aeroporto internacional, em Ljubljana, com vôos internacionais para várias cidades europeias.

A partir de Portugal a melhor forma é voar para o aeroporto principal de Veneza (vôo TAP de Lisboa) ou para o aeroporto secundário (Veneza Treviso vôo Ryanair a partir do Porto). Há ainda a possibilidade de voar com a Croatia Airlines de Lisboa para Zagreb, a capital da Croácia. Veneza encontra-se a cerca de uma hora de carro da fronteira e Zagreb a apenas uns 20 minutos! Claro, se optar por vôos com escala diretamente para Ljubljana terá muito mais opções.

Do Brasil não há vôos diretos pelo que terá mesmo que recorrer a vôos com escala na Europa.

 

Carro

A Eslovénia é um dos países mais centrais do continente europeu e está muito bem servido de auto-estradas, quer interna quer externamente, com várias ligações com os países vizinhos. De qualquer local no norte de Itália, norte da Croácia, Áustria e Hungria é fácil chegar!

Se vier de carro não se esqueça que é obrigatório comprar uma vinheta para andar nas auto-estradas do país. Deverá comprar a vinheta imediatamente aquando da entrada no país e colá-la no vidro frontal. A vinheta mais barata tem a duração de uma semana e custa 15€ para automóveis ligeiros e autocaravanas/motorhomes até 3.500 kg ou distância do eixo dianteiro até 1,3m. Para outros tipos de veículos consulte este site.

 

Ônibus/Autocarro

Há ligações com muitas cidades e países em redor da Eslovénia e até com países com os quais não faz fronteira. Os preços são geralmente aceitáveis. Veja aqui toda a informação!

 

Trem/Comboio

Ljubljana tem ligações de e para as seguintes cidades: Zagreb (Croácia), Viena e Salzburgo (Áustria), Munique (Alemanha), Zurique (Suíça), Belgrado (Sérvia), Praga (Rep. Checa) e Veneza (Itália). No entanto se vier de Veneza para Ljubljana aconselhamos o autocarro/ônibus que pode até apanhar diretamente no aeroporto. O trajeto de comboio/trem não é direto e pode ser mais complicado.

Horários, preços e outras informações no site dos caminhos-de-ferro da Eslovénia.

Moeda

A Eslovénia usa o Euro como moeda oficial. Traga euros!

Quando ir

Qualquer altura é boa para visitar esta pérola escondida entre o Mar Adriático e os Alpes Julianos! No inverno terá a oportunidade de disfrutar ao máximo dos desportos de inverno e dos chocolates quentes nas aconchegantes cafetarias de Ljubljana. Mas a primavera e o verão são as estações mais convidativas. As flores desabrocham e tudo fica mais bonito, mais verde! E como já sabemos a Eslovénia é um país verde, de natureza, de montanha, de paisagens! Para além disso dar um mergulho no Lago Bled é uma experiência única 😉

O ideal é vir entre Maio e Outubro!

Eslovénia é um país caro?

A resposta mais justa é que não é um país propriamente barato. O custo é semelhante ou até um pouco superior ao de Portugal. A Eslovénia tem uma economia robusta, apesar de ser um país pequeno e tem bastante turismo. Portanto os preços dos hotéis tendem a ser altos, sobretudo em Ljubljana e outros locais que concentram grande número de turistas.

Não espere encontrar os preços de “Leste Europeu” de há 15 anos atrás 😊

Qual a língua na Eslovénia?

É o esloveno! Para ter uma pequena ideia pertence ao grupo de línguas do russo!… É o mesmo que dizer que é bastante difícil de aprender 😉 não se preocupe, quase toda a gente fala inglês!

Devo dar gorjeta?

Não é obrigatório nem está incluído no serviço. No entanto é normal deixar 10% se o serviço foi bom. Poderá deixar um pouco menos se o valor da conta for elevado.

 

Quer visitar a Eslovénia? Quer ter guias privados em português? A Eslovénia é o país que nos despertou a paixão por toda região! Entre em contato e descubra porquê! 😊

 

Outras leituras de interesse:

 

Texto: Into the Balkans

Este sitio es propiedad de la empresa Bússola Flexível Unipessoal Lda, registrada en Turismo de Portugal com el número RNAVT 8882.

Diseño: Joana Figueiredo | Desarrollado por: Sites Sem Espinhas | Copyright: Into The Balkans

Suscríbete a nuestro boletín de noticias y gana 50 € de descuento en el siguiente viaje

Gracias por su inscripción.

Pin It on Pinterest

Share This