A Sérvia é reconhecida pela Fifa como a sucessora da seleção extinta da Jugoslávia, que se desintegrou em 1992 e era formada pela Bósnia, Croácia, Eslovénia, Macedónia e Montenegro para além da própria Sérvia. Ao contrário da equipa de Matic e companhia, a seleção jugoslava colecionou boas campanhas em Mundiais e competições europeias.

Logo na primeira edição do Mundial no Uruguai, a Jugoslávia chegou à semifinal do torneio, eliminando o Brasil e a Bolívia no grupo 2 antes de ser derrotada pelos anfitriões, que seriam os primeiros campeões do mundo.

As três participações seguintes não foram do mesmo nível. Em 1950, no Brasil, a Jugoslávia foi eliminada na primeira fase, no Grupo 1. Já em 1954, na Suíça, e em 1958, na Suécia, a Jugoslávia chegou aos quartos de final.

Em 1962, o país esteve novamente a um passo da final, mas foi eliminada na meia-final mais uma vez. Na disputa pelo terceiro lugar, perdeu para a seleção da casa, o Chile.

A Jugoslávia voltou ao Mundial em 1974, na Alemanha Ocidental, quando foi eliminada na segunda fase. Em 1982, em Espanha, foi ainda pior, sendo eliminada na primeira fase.

No seu último Mundial, em 1990 na Itália, a Jugoslávia chegou aos quartos de final, tendo sido eliminada pela Argentina nos penaltis. Antes disso, passou pela Espanha nos oitavos de final e ficou em segundo lugar no grupo D, que tinha Alemanha Ocidental, Colômbia e Emirados Árabes Unidos.

A última selecção da Jugoslávia, no Mundial de Itália 1990

Últimas edições do Torneio

Na Mundial disputado na Alemanha em 2006, a Sérvia e Montenegro (na altura o país ainda era composto por estas duas regiões) caiu no chamado Grupo da Morte, com: Argentina, Costa do Marfim e Holanda. A partida diante dos argentinos ficou marcada por uma goleada histórica de 6 a 0. Contra os holandeses e marfinenses derrotas: 1 a 0 e 3 a 2, respectivamente.

Depois do Mundial a Sérvia passou a constituir uma nação só, com o Montenegro a obter a independência.

O grupo da Sérvia no Mundial de 2010 era formada por: Alemanha, Gana e Austrália. Depois de perder na estreia contra a seleção ganense, veio a surpreendente vitória contra a Alemanha por 1 a 0, golo de Jovanovic. Mas, a derrota por 2 a 1 contra a Austrália selou qualquer chance de classificação da equipa.

Em 2014 a seleção da Sérvia não se classificou e neste momento joga o Mundial de 2018 no grupo do Brasil, Suíça e Costa Rica. Amanhã é o derradeiro jogo da fase de grupos e a Sérvia tem de ganhar ao Brasil para seguir para os oitavos de final!

O grande destaque individual da equipa treinada por Mladen Krstajic, é Matic, do Manchester United. O jogador já passou por Benfica e Chelsea.

 

Matic em acção pelo Manchester United

 

 

Adaptado de: https://www.gazetaesportiva.com/campeonatos/copa-do-mundo/de-iugoslavia-servia-conheca-um-dos-adversarios-do-brasil-na-copa/

Fotos: https://www.gazetaesportiva.com/campeonatos/copa-do-mundo/de-iugoslavia-servia-conheca-um-dos-adversarios-do-brasil-na-copa/, http://www.postpravdamagazine.com/postcards-from-yugoslavia/ e https://gauchazh.clicrbs.com.br/esportes/copa-do-mundo/noticia/2017/11/servia-cria-fato-novo-antes-da-copa-e-aposta-na-mescla-entre-medalhoes-e-campeoes-na-base-cj9k6eezv05ep01ogui2vc2lm.html

Este sitio es propiedad de la empresa Talas Travel, agencia de viajes nº 33/2015, de derecho serbio.

Diseño: Joana Figueiredo | Desarrollado por: Sites Sem Espinhas | Copyright: Into The Balkans

Suscríbete a nuestro boletín de noticias y gana 50 € de descuento en el siguiente viaje

Gracias por su inscripción.

Pin It on Pinterest

Share This