Tour Balcãs Ocidentais

14 NOITES | 14 A 28 DE SETEMBRO DE 2019 | 2.083€

Croácia, Eslovénia, Montenegro, Bósnia e Herzegovina e Sérvia

Espectacular viagem pela Croácia, Eslovénia, Bósnia e Sérvia com uma visita de 1 dia ao Montenegro. Uma viagem completa aos principais pontos turísticos da antiga-Jugoslávia: cidades, costa, parques naturais, locais Património da Humanidade e a diversidade de culturas e religiões tão característica dos Balcãs!

Itinerário Curto

DIA 1: Chegada a Zagreb (Croácia)
DIA 2: Zagreb
DIA 3: Zagreb – Ljubljana (Eslovénia)
DIA 4: Ljubljana – Lago Bled – Zagreb
DIA 5: Zagreb – Lagos Plitvice – Split
DIA 6: Split – Dubrovnik
DIA 7: Dubrovnik
DIA 8: Dubrovnik – Kotor (Montenegro) – Dubrovnik
DIA 9: Dubrovnik – Mostar – Sarajevo (Bósnia e Herzegovina)
DIA 10: Sarajevo
DIA 11: Sarajevo – Višegrad – Mokra Gora – Zlatibor (Sérvia)
DIA 12: Zlatibor – Sirogojno – Belgrade
DIA 13: Belgrado
DIA 14: Belgrado – Novi Sad – Belgrado
DIA 15: Partida de Belgrado

Zagreb

Ljubljana

Lago Bled

Plitvice

Split

Dubrovnik

Kotor

Mostar

Sarajevo

Sarajevo

Višegrad

Zlatibor

Belgrado

Novi Sad

Belgrado

Detalhes Itinerário

Dia 1: Chegada a Zagreb

Chegada a Zagreb. Transfer para o hotel e check in. Tempo livre.

Dia 2: Zagreb

Visita guiada a Zagreb, a capital da Croácia e tempo livre.

Dia 3: Zagreb – Ljubljana

Ida para Ljubljana e visita guiada a esta cidade, com o seu charme alpino característico.

Dia 4: Ljubljana – Lago Bled – Zagreb

Visita ao incrível Lago Bled no norte da Eslovénia e volta a Zagreb.

Dia 5: Zagreb – Lagos Plitvice – Split

Visita aos Lagos de Plitvice. Este parque natural é o maior e mais importante da Croácia. As vistas fantásticas, quedas de água e a sua natureza contribuíram para que fosse classificado como Património Munidial da UNESCO. Partida para Split.

Dia 6: Split – Dubrovnik

Visita guiada à cidade de Split, a segunda maior cidade da Croácia e a mais importante da região da Dalmácia, a zona costeira do país. Cidade Património da Humanidade da UNESCO. Partida para Dubrovnik.

Dia 7: Dubrovnik

Visita à espetacular cidade de Dubrovnik, também classificada como Património da Humanidade da UNESCO. A cidade antiga toda muralhada é também conhecida como a Pérola do Adriático e é considerada a mais impressionante do Mar Adriático. Recentemente é o cenário principal onde foi rodada a série Guerra dos Tronos.

Dia 8: Dubrovnik – Kotor – Dubrovnikk

A partir de Dubrovnik faremos uma visita de um dia a Kotor, no Montenegro. Esta cidade é o ex-libris do país e fica encravada entre o mar e as montanhas altíssimas que dão nome ao país. Tal como as suas vizinhas mais a norte na Croácia, esta cidade está inscrita na lista de Património Mundial da UNESCO. Para chegar a Kotor passaremos pela enorme Baía de Kotor, sempre rodeados por montanhas de um lado e mar, ilhas, ilhotas e vilas costeiras do outro lado.

Dia 9: Dubrovnik – Mostar – Sarajevo

Ida para a Bósnia e Herzegovina, provavelmente o país mais desafiante e “exótico” de toda a região. Visita à cidade de Mostar e à sua Ponte Velha do século XVI. Construída durante o período otomano (turco) da cidade, é hoje um do ex-libris do país e é Património Mundial da UNESCO.

Ida para Sarajevo.

Dia 10: Sarajevo

Visita Guiada a Sarajevo, a capital da Bósnia e Herzegovina. Nesta cidade convivem as 3 grandes religiões da região (Católica, Ortodoxa e Muçulmana) e algumas religiões minoritárias como a Judaica. É por isto chamada de a “Jerusalém da Europa” e extremamente interessante de visitar, tendo desempenhado papéis fundamentais na História europeia e mundial do século XX: do despoletar da 1ª Guerra Mundial em 1914, até ao conflito que “encerrou” o mesmo século com as guerras interétnicas dos anos 90 na ex-Jugoslávia.vnik.

Dia 11: Sarajevo – Višegrad – Mokra Gora – Zlatibor

Ida para Višegrad que é uma localidade no leste da Bósnia que se encontra nas margens do Rio Drina. A vila apresenta a ponte Mehmed Paša Sokolović da era Otomana e está hoje inscrita na lista da UNESCO de monumentos Património da Humanidade. Esta ponte foi popularizada pelo escritor jugoslavo Ivo Andric, vencedor do Prémio Nobel da Literatura pelo seu romance Ponte sobre o Drina.

Ida para a Sérvia com a primeira paragem em Mokra Gora e visita a Drvengrad, uma aldeia tradicional que o realizador Emir Kusturica construíu para a rodagem do filme “A Vida é um Milagre”.

Ida para Zlatibor.

Dia 12:  Zlatibor – Sirogojno – Belgrade

Visita a Zlatibor, um resort de turismo de montanha muito procurado na Sérvia, tanto para desportos de Inverno como para escapar do stress da vida quotidiana no Verão.

Visita à aldeia de Sirogojno onde há o mais autêntico museu a céu aberto do país, chamado “Staro Selo” (Aldeia Velha). Aqui os visitantes podem ver e sentir como era a vida nas montanhas sérvias no século XIX.

Partida para Belgrado.

para Dubrovnik.

Dia 13: Belgrado

A palavra que melhor descreve Belgrado é “incrível”. Todos os que conhecem Belgrado acabam por se surpreender pela sua história, gastronomia, as vistas no ponto de confluência dos rios Sava e Danúbio a partir da fortaleza de Kalemegdan e também pela energia positiva e hospitalidade dos seus habitantes. A antiga capital e maior cidade da antiga Jugoslávia e hoje capital da Sérvia é uma das mais antigas cidades europeias, mantendo ainda hoje um encanto que não deixa indiferente os que a visitam.

Dia 14: Belgrado – Novi Sad – Belgrado

Novi Sad é a segunda maior cidade da Sérvia e foi construída na planície fértil da região da Vojvodina, sendo a sua capital. Tal como Belgrado, o rio Danúbio passa pelo centro da cidade, tendo na outra margem a fortaleza de Petrovaradin que oferece uma vista única. Nas imediações da cidade encontramos a montanha Fruska Gora que para além da paisagem natural serve de “abrigo” a inúmeros mosteiros ortodoxos medievais, a maior parte dos quais ainda habitados por monges e alguns praticamente auto-sustentáveis. Novi Sad é ainda famosa pelo festival de música EXIT Festival, um dos maiores e mais importantes na Europa.

Sremski Karlovci é uma charmosa vila e um destino intimamente relacionado com a indústria vinícola na Sérvia. A qualidade do vinho na região é tão elevada que durante o tempo do Império Austro-húngaro a corte em Viena decidiu libertar os produtores de Karlovci do serviço militar obrigatório para que pudessem continuar a produzir vinho. Teremos a oportunidade de visitar o centro da vila e o museu do vinho e do mel onde almoçaremos e degustaremos os famosos vinhos.

À diferença do resto da Sérvia, nesta região perceberemos facilmente a influência do Império Austro-húngaro que esteve presente durante vários séculos e até ao final da I Guerra Mundial em 1918.

Dia 15: Partida de Belgrado

Partida para Lisboa.

Para preços, datas e condições contacte-nos preenchendo este formulário

Este site é propriedade da empresa Talas Travel, agência de viagens nº 33/2015, de direito sérvio.

Design: Joana Figueiredo | Desenvolvido por: Sites Sem Espinhas | Copyright: Into The Balkans

Assine a nossa newsletter e ganhe 50€ de desconto na próxima viagem

Obrigado pela sua inscrição.

Pin It on Pinterest