Macedónia do Norte – qual o significado do nome?

17/05/2020 | História, Macedónia

A República da Macedónia alterou recentemente o seu nome oficial para República da Macedónia do Norte. Mas porquê? Há uma Macedónia do Sul?! Neste artigo vamos entender a razão para essa decisão.

 

Da Antiguidade Clássica ao séc. XX


A região histórica da Macedónia foi mudando de forma e de fronteiras ao longo dos séculos, mas pode considerar-se que ocupa tudo o que está dentro do tracejado na imagem a baixo. Ficou, portanto, dividida hoje em dia entre vários países: Macedónia do Norte, Grécia, Albânia, Kosovo, Bulgária e Sérvia. No entanto o nome e a zona geográfica a que se associa vem dos tempos da Grécia Clássica, sendo um dos seus grandes heróis o famoso conquistador Alexandre Magno.

A região histórica da Macedónia a tracejado com as duas cidades que foram a capital marcadas com um ponto preto. Foto: Wikipedia

 

A região da Macedónia integrou, ao longo dos séculos, os diversos impérios e povos que por esta região dos Balcãs foram passando. Os mais importantes foram os romanos, bizantinos e otomanos (turcos), que aqui deixaram a sua marca, visível hoje em dia na gastronomia e religiões, por exemplo.

O território que hoje identificamos como Macedónia do Norte fez parte do Império Otomano até 1912, quando foi incorporado no Reino da Sérvia. A partir de 1918 a própria Sérvia passou a fazer parte do Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos – renomeado de Jugoslávia em 1929 – passando, portanto, esse território também a integrar este novo país.

 

Independência e conflito diplomático com a Grécia


Sendo assim a Macedónia era, até 1991, apenas uma região da Jugoslávia (um estado dentro de uma federação) que tinha esse nome. Quando outras regiões da Jugoslávia começaram a entrar em conflito, na Macedónia foi organizado um referendo à independência, saindo vencedor o “sim”. Surgia assim um novo país que manteve o nome Macedónia. No entanto a região norte da Grécia também se chama Macedónia e por essa razão os gregos nunca reconheceram o nome do novo país.

Devido a esse diferendo a Grécia vetavam o acesso da Macedónia à NATO/OTAN e à União Europeia. Outro caso era o nome oficial da Macedónia na ONU ou na União Europeia  que era ARJM (Antiga República Jugoslava da Macedónia) ou apenas FYROM nas siglas em inglês (Former Yugoslav Republic Of Macedonia).

A cidade de Skopje na Macedónia do Norte

Diplomacia, a solução para o problema


Para solucionar o problema os 2 países chegaram a um acordo para alterar o nome oficial para Macedónia do Norte, que assim passou a designar-se desde 2019. Basicamente era um problema diplomático que se resolveu com a adopção do novo nome.

Já na década de 90 tinha havido um conflito diplomático, dessa vez tendo em conta o Sol de Vergina ostentado na bandeira da Macedónia, que a Grécia acusava de apropriar-se de símbolos e figuras que são historicamente consideradas parte da cultura da Grécia. Em 1995 chegaram a acordo para a alteração da bandeira oficial.

A bandeira antiga da Macedónia do Norte, usada até 1995 (à esquerda) e a atual (à direita)

Um pouco mais sobre a Macedónia do Norte


A Macedónia do Norte é um país interior, sem acesso ao mar que tem fronteiras com a Albânia, Grécia, Bulgária, Sérvia e ainda com o Kosovo. Tem cerca de 2 milhões de habitantes e numerosas minorias, entre as quais turcos, sérvios, bósnios e sobretudo albaneses, que são 25% da população total.

A capital é a cidade de Skopje que impressiona pela variedade de estilo arquitetónicos – edifícios e estátuas neoclássicas enormes, um antigo bazar turco ainda em pleno funcionamento, o castelo medieval ou edifícios socialistas da 2ª metade do século XX deixam qualquer um boquiaberto!

Capela de Sveti Jovan Kaneo em Ohrid, Macedónia (Património da Humanidade da Unesco)

O local mais famoso do país é o Lago Ohrid, Património Mundial da Unesco, local de grande beleza arquitetónica e natural, um local verdadeiramente imperdível.

Leia o nosso post dedicado ao turismo na Macedónia e entre em contato para organizarmos o seu tour na região!

 

Outras leituras de interesse:

 

Texto: Into the Balkans
Foto de capa: Por Bosonic dressing – Obra do próprio, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=7131596

Este site é propriedade da empresa Bússola Flexível Unipessoal Lda, registada no Turismo de Portugal com o nº RNAVT 8882.

Design: Joana Figueiredo | Desenvolvido por: Sites Sem Espinhas | Copyright: Into The Balkans

Assine a nossa newsletter e ganhe 50€ de desconto na próxima viagem

Obrigado pela sua inscrição.

Pin It on Pinterest

Share This