5 Razões para visitar a Macedónia!

Se lhe faltam ideias de lugares para visitar, basta reparar nas propostas da Lonely Planet. A revista de viagens de renome mundial publicou recentemente a lista dos 10 países a visitar em 2020 onde em terceiro lugar surge a jóia escondida dos Bálcãs: a Macedónia. Oficialmente a República Macedónia do Norte, o país oferece aos seus visitantes uma fusão de culturas, paisagens deslumbrantes e um povo acolhedor. E claro, muita autenticidade a preços convidativos! Veja aqui as fotos e feedback da última viagem que organizámos pela Macedónia!

Skopje, uma cidade de diversidade. Foto: Pixabay, autor – ExplorerBob

Apresentamos-lhe então as 5 razões para descobrir este país singular.

 

1- A diversidade de Skopje, a capital de contrastes

O caldeirão de culturas é sem dúvida a característica principal de Skopje. A presença histórica dos impérios romano, bizantino e otomano fez com que hoje a capital da Macedónia seja um espaço onde convivem macedónios, albaneses, romenos, turcos e sérvios. Esta coexistência reflete-se na multitude de instituições religiosas como mesquitas, igrejas ou mosteiros. Uma das mais destacadas é mesquita de Mustapha Pasha, construída no século XV. Outro ponto importante é a fortaleza de Kale que oferece impressionantes vistas sobre a cidade. Os fãs dos mercados autênticos vão desfrutar no Grande Bazar, um dos maiores na Europa que conseguiu preservar o espírito dos tempos otomanos. Porém, a Ponte de Pedra (Kamen Most) que liga o bairro antigo com a parte moderna da cidade considera-se o verdadeiro símbolo de Skopje.

O antigo bazar turco de Skopje, Macedónia.

Uma curiosidade interessante é que a Madre Teresa de Calcutá nasceu e cresceu em Skopje e a sua casa está aberta ao público com uma coleção de objectos pessoais. O seu nome verdadeiro era Agnes Gonxha Bojaxhiu e a sua família era albanesa.

Skpoje, a capital da Macedónia

 

2- A pitoresca cidade de Bitola

No sul da Macedónia fica outra cidade cativante. Bitola, antigamente conhecida como a “Cidade dos Cônsules” junta as casas com fachadas pitorescas, mesquitas turcas, mercados autênticos e ruas pedestres. Na mais famosa, Sirok Sokak, os visitantes costumam tomar um café e desfrutar tranquilamente de dia. Depois deste pequeno descanso vale a pena visitar o bazar em Bitola, mercado coberto que remonta ao século XV. É o lugar ideal para os apaixonados de compras já que este bazar (ou bezisten na língua original) oferece centenas de produtos diferentes.

A cidade de Bitola. Foto: www.macedonia-timeless.com/

 

3- A beleza do Lago Ohrid, a pérola da Macedónia

Embora a Macedónia seja um país sem costa marítima, o charmoso Lago Ohrid (Ocrida em português) de azul intenso, oferece a sensação de estar rodeado de mar. Declarada Património Mundial da UNESCO, a cidade de Ohrid é uma visita indispensável nesta parte dos Balcãs, já que além do lago oferece conteúdo histórico diverso. Basta mencionar a igreja de São João Kaneo construída sobre uma falésia, o excecional Mosteiro de São Naum ou o Museu Na água – Baía Dos Ossos, um complexo arqueológico único para perceber porque é que Ohrid se considera o principal atrativo turístico da Macedónia. Próximo de Ohrid encontra-se a encantadora aldeia Struga, também merecedora da sua atenção.

O Lago Ohrid

 

4- A natureza do Parque Nacional Mavrovo

Pouco frequentado e cheio de vida e vegetação, o Parque Nacional Mavrovo é um lugar a não perder na Macedónia com uma infinidade de possibilidades, para caminhadas ou esqui. Independentemente da estação do ano em Mavrovo é fácil estar em união com a natureza, passar momentos inesquecíveis e claro, fotografias impressionantes. Aproveite a tranquilidade e o ar fresco e desfrute da natureza pura com os seus amigos neste verdadeiro paraíso ao ar livre. Este pedaço da Macedónia é um bom lugar para onde se escapar e procurar um pouco de paz e tranquilidade.

Mavrovo, lugar ideal para uma escapada na natureza. Foto: Unsplash, autor – Kristijan Arsov

 

5- Pratos e bebidas deliciosos em todos os lugares

Onde quer que esteja, pode ter a certeza que na Macedónia vai experimentar pratos e bebidas deliciosos. Fortemente influenciada pelas especialidades turcas e gregas, a gastronomia macedónia contém também características típicas dos Balcãs. O Burek, comida parecida à empada com queijo e carne picada, costuma comer-se ao pequeno-almoço. Mas o prato mais tradicional na Macedónia do Norte é o Tavče-Gravče, preparado com feijões frescos e logo servido muito quente em caçarolas de barro.

Como em todos os países da região, a bebida mais popular é a rakia, um licor forte feito destilado de ameixa. Muitas famílias preparam-no diretamente em casa, e costumam bebê-lo antes ou depois das refeições. Os macedónios têm muito orgulho na Skopsko, a cerveja nacional, bem como nos vinhos da adega Tikveš.

A deliciosa comida macedónia! Foto: https://experience-macedonia.com/

 

Tomar uma rakia (aguardente) quente quando faz frio, um copo do vinho Tikveš. Uma cerveja Skopsko quando faz calor na praia do Lago Ohrid enquanto contempla as paisagens de cortar a respiração. Descobrir a multiculturalidade de Skopje e a sua turbulenta história. E o mais importante, conhecer este povo hospitaleiro e engraçado.

A Macedónia é um país rico em cultura e com tanto para oferecer – está na hora de lhe fazer uma visita!

 

Outras leituras de interesse:

 

Fonte: https://www.traveler.es/ e Into the Balkans
Tradução: Into the Balkans
Foto de capa: Lago Ohrid

Este site é propriedade da empresa Talas Travel, agência de viagens nº 33/2015, de direito sérvio.

Design: Joana Figueiredo | Desenvolvido por: Sites Sem Espinhas | Copyright: Into The Balkans

Assine a nossa newsletter e ganhe 50€ de desconto na próxima viagem

Obrigado pela sua inscrição.

Pin It on Pinterest

Share This